Demolidor – Segunda temporada

Fala galera, quantos de nós já assistiram à segunda temporada dessa ótima série que é Daredevil, ou Demolidor, como conhecemos o personagem nos quadrinhos. Depois de uma primeira e excelente temporada, a série retornou com novos e excelentes episódios no dia 18 de março, trazendo como novidades o Justiceiro (Punisher) e Elektra, além da participação especial de outros conhecidos. Mais uma vez a parceria Marvel e Netflix foi muito feliz na adaptação das aventuras do advogado cego Matt Murdock (muito bem representado pelo ator Charlie Cox), alter ego do heroi. Mas vamos às considerações gerais!

Eu sou a mosca que pousou no seu teletransportador – George Langelaan e o horror na FC

Um dos sonhos acalentados pelo homem, em sua eterna busca pelo desenvolvimento, por conquistar as forças da natureza, o tempo e o espaço, foi o de conseguir locomover-se instantaneamente entre o aqui e o lá. Na ficção, máquinas do tempo…

Nós, Os Jimmys.

Afinal estamos absortos na era do consumo dos equipamentos de alta-fidelidade, como alguns preferem dizer: “mais real que realidade” um simplista console de 8 bits não parece elencar nenhum outro sentimento mais profundo além de, uma lembrança para alguns, enquanto para uma outra grande parcela um curioso estado de distante conhecimento histórico desncessário (?!) ou um desafetuosa sensação hipster. Uma aventura iniciada em O Gênio do Video Game ( The Wizard ) e que desfecha em Detona Ralph ( Wreck-It Ralph ) e mostra como embutir uma propaganda de uma era em um filme.

Granny O’Grimm’s Sleeping Beauty

Granny O’Grim’s Sleeping Beauty é um curta que exemplifica o caso. A visão de Nick Phelan sobre uma adorável e velinha com um tendência sádica-religiosa-niilista e uma postura irônica ao mundo, que decide unilateralmente contar sua versão sobre a bela adormecida ao seu, aparente, traumatizado netinho.

Exterminador do Futuro: Gênesis

Arnold Schwarzenegger está de volta ao papel que o consagrou mundialmente, fazendo parte deste Gênesis, novo filma da franquia de O Exterminador do Futuro que promete modernizar os conceitos tradicionais da série, e revisitar suas obras clássicas, em especial, os dois primeiros longas de 1984 e 1991. Produzido após uma série de entraves legais, a nova saga promete muita ação, conceitos de Ficção Científica e um humor bem dosado, marca do famigerado T-800 em sua jornada para proteger John e Sarah Connor dos assassinos enviados do futuro para exterminá-los. Pelas prévias, e análise do próprio filme, ele promete emocionar os antigos fãs, e surpreender os novos.