A “Liquidez” do mundo contemporâneo e as novas práticas ludo-eletrônicas

Em linhas gerais Platão explicita que para o ser humano atingir a plenitude filosófica precisa necessariamente compreender os grilhões intelectuais que o prende dentro de “sua caverna” afim de que dessa forma possa sair das sombras e compreender o mundo em sua plenitude. Apesar de tal ideário ter sido constituído em um tempo histórico totalmente distinto ao tempo presente, o arcabouçou desenvolvido por Platão é importante na medida em que nos elucida a importância de conhecermos o mundo, não apenas por aquilo que estamos acostumados, mas também por outras visões e perspectivas. Se Platão fosse vivo nos dias atuais, talvez chegasse a conclusão de que não é a falta de informação que nos prende as sombras e sim o excesso dela que nos expõe a formação do conhecimento esfacelado.